Loading...

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

NA BALANÇA DO TEMPO

Eu em 2007
Atualmente ando muito pensativa; tenho a sensação que estou errando em algum lugar. Não sei bem ao certo, mas sei que quero perder peso, corrigindo, preciso perder peso já que estou alem de gordinha. Bem, até eu descobrir o que eu ia dizer, vou aproveitar a deixa e falar de algo que passou me incomodar. e aos poucos decidi mudar isso. A questao é a palavra "gordinha".

Tudo bem, acho super delicada e graciosa a palavra, mas com 1,53 de altura e pesando mais de 90 kilos me incomodava dizer que sou gordinha. Não vejo pessoas magras dizendo normalmente que são "magrinhas" e sim, simplesmente "magras", então por que eu estou me escondendo atras do "gordinha"? Afinal, esse adjetivo se encaixa, no meu ponto de vista, à pessoas um pouco acima do peso, o que não é o meu caso. Decidi ser mais sincera comigo, mas percebi que muitas pessoas não entendem isso.
Por diversas vezes ao conhecer pessoas em chats na internet fui questionada quando respondia que era baixa e gorda, ao me perguntarem como eu sou. Bem, eu so não o usei o diminutivo, mas parece que isso incomoda o outro, que logo diz que preciso ter autoestima, me achar bonita e coisa  tal. Na verdade sei que tenho vários problemas com isso, mas dizer como eu sou sem usar o diminutivo não significa desprezo com relação a minha pessoa, e sim ser verdadeira com o outro e comigo. Por que pra muitos é baixa autoestima e falta de amor próprio dizer ser baixa e gorda? Pra mim é tão natural quanto se dissesse "alta e magra".

 
Eu hoje

Assim, decidi amenizar sem diminuir , e então me classifico casualmetne como gordinhona; afinal é como eu estou e nem por isso menos sensual ou bonita em relaçao as básicas "gordinhas". E sigo fazendo piadas: sou mulherão, mas quero ser mulherzinha!(risos).
Mas uma coisa eu tenho certeza, não quero ser magérrima, mas preciso cuidar do meu corpo que atualmente tanto afeta o psicoemocional, social e bemestar fisico. Tenho 31 anos, tenho um filho de quase 7 anos; 1,53 de altura, 95 kilos, e vou perder 30 kilos em prol de minha saúde fisica, profissional, social e emocional.
Um grande beijo e um forte abraço a todos os amigos e leitores do "www.gordinhaslindas.com".
dricca oliveira

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

NEGRA COR


Ás vezes me deparo com pessoas que me questionam se sou gótica ou rockeira pelo fato de usar preto, e normalmente eu apenas olho, dou um breve e recluso sorriso e digo, sou apenas eu! Talves eu seja um pouco dos dois ou o todo, ou nenhum, ainda não tentei passar no teste pra ver realmente onde serei aceita(rs..); mas a verdade é que tenho os dois em mim, a verdade é que sou apenas assim!

Gótico pra mim é uma forma de ser minuciosa, onde não somos apenas o corpo, somos um todo em todas as dimensões, corpo, alma e espírito; é pormenorizar os fatos e observar de forma inteligente, intelectualizada a vida e a morte, sem medos ou preconceitos.
Uso preto porque gosto, mas não carrego todo o estilo, é algo profundo em mim, não necessito me trajar como estamos acostumados a ver pra me sentir gótica. Sou gótica porque sou  profunda no que faço e penso; e carrego minha personalidade melancolica e revolucionária.
Portanto o visual não é tudo, é apenas um complemento, ser gótico é fundamentalmente não ter medo de ser o que é.
 
"  ...Na verdade não existe uma ideologia gotica, mas o movimento gotico (se é q se pode falar assim) representa muito mais uma livre expressão de sentimentos sombrios, frutos do questionamento existencial, que é proprio de todos os seres humanos. A partir da decada de 80 os jovens passaram a ter coragem de expressar seus sentimentos e inclusive a partir daí criar uma linguagem sonora e visual. O que acontece hoje é que muitos jovens se auto-rotulam por moda ou opção estética sem questionar sobre a essencia do movimento, grupo ou tribo a qual passam a pertencer.."

Do meu ponto de vista ser gótico é muito mais que ouvir determinadas bandas ou so vestir determinados tipos de roupa... é algo dentro de mim que me faz ser como sou; Gótico pra mim nao é um padrão estético, e sim uma filosofia, um modo de ver as coisas, de questionar, e buscar. 
Gosto de vermelho também, de roxo. Não é so o rock que me atrai mas também seus descendentes. Curto um bom samba partido alto, muitas de nossas cansões da MPB, afinal não podemos idealizar nossos gostos somente em inglês. Nossa língua é importante, é com ela que levamos nossas opniões e revoluções ao mundo que vivemos, às pessoas ao nosso redor!

https://www.facebook.com/espacodimensional#
GOTHIC STATION: visite o link e saiba mais sobre Gótico!

...o tempo urge, calmamente.....

Loading...

Marcadores